Efeitos Colaterais da Cafeína

A cafeína é uma substância encontrada naturalmente no café, chá, erva mate, guaraná, noz-de-cola e outras mais de 50 plantas. A cafeína é maiormente ingerida quando consumida no café e em fontes industriais como refrigerantes de cola, bebidas e pílulas energéticas. Tudo o que é demais faz mal. Água é indispensável para a vida, mas […]

Vivamil Brasil 27 de fevereiro de 2019 Cafeína

A cafeína é uma substância encontrada naturalmente no café, chá, erva mate, guaraná, noz-de-cola e outras mais de 50 plantas. A cafeína é maiormente ingerida quando consumida no café e em fontes industriais como refrigerantes de cola, bebidas e pílulas energéticas.

Tudo o que é demais faz mal. Água é indispensável para a vida, mas se consumida em excesso pode provocar a hiponatremia. Consumir muitas frutas no dia também pode causar efeitos indesejados. Cafeína é primordial para as manhãs desanimadas mas em excesso pode provocar efeitos colaterais também. Tudo deve ser equilibrado para um bom funcionamento do organismo.

O consumo de cafeína em alimentos é regulamentada pela ANVISA e em Julho de 2018 foi publicada uma atualização regulamentar prevista na RDC 240/2018. Encontramos recomendações de consumo de cafeína que não ultrapassem 200 miligramas por porção e máximo de 400 miligramas ao dia.

Ora, se aquela xícara de café puro tem de 15 a 25mg de cafeína, na hora do almoço você pode desejar um refrigerante de cola que concentra 34mg de cafeína em 350ml. No café da tarde mais café e você fecha o dia facilmente ingerindo 100mg de cafeína. Se for assim a quantidade é moderada, mas se você precisa de resultados efetivos terá de rever a maneira de consumo.

Beber cafeína pura em cafés ou refrigerantes de cola podem causar os seguintes efeitos colaterais:

1.) Aumento da frequência cardíaca de 20 a 30 minutos após a ingestão;

2.) Azia. A cafeína demonstrou relaxar o esôfago, contribuindo para o refluxo gastroesofágico. Isso pode causar ou exacerbar azia em indivíduos suscetíveis.

3.) Leves Tremores. Por estimular a adrenalina, o consumo pode causar tremores.

Como fazer para conter os efeitos colaterais da cafeína?

Pela manhã, se você faz questão do café com leite, procure consumir um café moderado e não muito forte. Junto das refeições, procure consumir água ou sucos naturais. Para adquirir estado de alerta, aposte em produtos industrializados que contenham substâncias como croscarmelose sódica, ingrediente fármaco que facilita a absorção da cafeína sem agredir o estômago e, consequentemente, prevenindo sintomas de azia e afins.

As pílulas de cafeína do Vivamil são pioneiras no Brasil. A cafeína pura é extraída da natureza e submetida à processos nutracêuticos que combinam os avanços da nutrição e farmacêutica. A origem da matéria-prima é orgânica e chancela a procedência do ingrediente. A presença de aditivos farmacêuticos aprovados pelo FDA (Food and Drug Administration) melhoram as fórmulas e a biodisponibilidade subsequente, colocando os ingredientes ativos em melhor contato com os fluidos corporais.

molécula da cafeína vivamil

Ao ingerir as pílulas de cafeína você atinge os 200mg (50% da recomendação diária) e obtém de forma concentrada e funcional os efeitos benéficos do ingrediente. A cafeína em pílulas (não em cápsulas) é mais fácil de engolir e conveniente para quem busca mais qualidade do estado de alerta mental.

De acordo com o Serviço de Saúde Universitário da Universidade de Michigan, a cafeína é um produto vegetal e com ações multiformes, dentre elas estimulando o SNC (Sistema Nervoso Central) que provoca a sensação de olhos arregalados.

Se você tomar água de forma equilibrada, estarás perfeitamente hidratado. Se consumir vitaminas e minerais de forma equilibrada estarás com níveis altos de imunidade. E, finalmente, se consumires cafeína de forma equilibrada obterás eficácia no estado de alerta mental e melhoria cognitiva.



Assine nossa
Newsletter